CartaExpressa,Política

CPI da Covid convoca ex-mulher de Bolsonaro para explicar relação com lobista

CPI da Covid convoca ex-mulher de Bolsonaro para explicar relação com lobista

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira 15 a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair Bolsonaro e mãe de Jair Renan, o filho ‘Zero Quatro’ do presidente.

Os senadores avalizaram o requerimento apresentado por Alessandro Vieira (Cidadania-SE) em 3 de setembro. Segundo o texto, “mensagens eletrônicas extraídas de aparelho celular em posse desta Comissão Parlamentar de Inquérito indicam que, a pedido do lobista Marconny Faria, a Sra. Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do atual Presidente da República, entrou em contato com o Palácio do Planalto para exercer influência no processo de escolha do Defensor Público-Geral Federal junto ao então Ministro da Secretaria Geral da Presidência e atual Ministro do TCU, Jorge Oliveira”.

“Como se sabe, o Sr. Marconny Faria atuou como lobista da empresa Precisa Medicamentos, investigada pela CPI da Pandemia em razão de irregularidades na negociação de compra da vacina Covaxin, de modo que a sua relação próxima com a ex-esposa do Sr. Jair Bolsonaro deve ser amplamente esclarecida, com vistas a examinar potencial atuação ilícita de ambos no contexto da pandemia”, acrescenta Vieira.

A decisão de convocar Ana Cristina se deu durante o depoimento de Marconny à comissão. Questionado sobre suas relações com a família Bolsonaro, o lobista disse ser amigo de Jair Renan. Também confirmou que o ‘Zero Quatro’ o apresentou à ex-mulher de Jair Bolsonaro.

O senador governista Marco Rogério (DEM-RO) foi o único a votar contra a convocação.

Leia a íntegra do requerimento:

DOC-REQ 14882021 - CPIPANDEMIA-20210903

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem