CartaExpressa

Correios suspendem recebimento de roupas para doação ao RS e pedem água e cesta básica

A empresa também solicitou prioridade à doação de ração para pets, material de limpeza seco e de higiene pessoal

Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Foto: Anselmo Cunha/AFP
Apoie Siga-nos no

Os Correios anunciaram nesta quinta-feira 16 uma suspensão no recebimento de itens de vestuário a serem doados ao Rio Grande do Sul. Segundo a estatal, a decisão decorre de um diálogo com a Defesa Civil do estado.

De acordo com os Correios, 70% dos donativos destinados aos gaúchos são peças de roupa e já há estoque suficiente para entregar à população.

A empresa pede prioridade às doações de água, alimentos da cesta básica, ração para pets, material de limpeza seco e de higiene pessoal. Os itens podem ser entregues em qualquer agência do Brasil e serão levados gratuitamente à Defesa Civil do RS.

Clique aqui para conferir o endereço e o horário de funcionamento das agências.

Os Correios informaram ter recebido, até a quarta-feira 15, cerca de 11 mil toneladas de doações, das quais 3 mil já chegaram a Porto Alegre.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar