CartaExpressa

Conselho de Ética adia mais uma vez a votação do parecer de Boulos pelo arquivamento de ação contra Janones

A análise deve ocorrer na semana que vem, segundo o presidente do colegiado

O deputado federal André Janones. Foto: Renato Araújo/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados adiou nesta terça-feira 28 a votação do relatório de Guilherme Boulos (PSOL-SP) pelo arquivamento de uma representação do PL contra André Janones (Avante-MG).

Segundo o presidente do colegiado, Leur Lomanto Júnior (União-BA), Boulos afirmou que só chegaria a Brasília após as 18h desta terça. A votação, portanto, ocorrerá na semana que vem, de forma “improrrogável”, acrescentou o deputado baiano.

A acusação contra Janones parte de uma investigação por suposta prática de “rachadinha” em seu gabinete. O Supremo Tribunal Federal abriu a apuração no fim de 2023.

Ao recomendar o arquivamento, Boulos argumentou que o pedido do PL “traz fatos ocorridos antes do início do mandato de deputado federal”.

“Voto pela ausência de justa causa para o acolhimento da representação, arquivando-se, por conseguinte, o presente feito”, concluiu o relator.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar