CartaExpressa,Política

Conjuntura política testa o vigor das instituições, diz Fux em balanço de um ano na presidência do STF

Conjuntura política testa o vigor das instituições, diz Fux em balanço de um ano na presidência do STF

O presidente do STF, Luiz Fux. Foto: Felipe Sampaio/STF

O presidente do STF, Luiz Fux. Foto: Felipe Sampaio/STF

O ministro Luiz Fux fez, nesta quarta-feira 22, um balanço de seu primeiro ano na presidência do Supremo Tribunal Federal. Além de elogiar o trabalho e os resultados apresentados pelos demais magistrados, destacou as dificuldades do período.

“Para além da crise sanitária que vivenciamos, a atual conjuntura trouxe reflexos políticos, institucionais e socioeconômicos que têm testado o vigor das nossas instituições. A despeito dessas dificuldades, o STF não se quedou inerte”, disse Fux. Ele não mencionou os ataques do presidente Jair Bolsonaro à Corte.

Segundo o ministro, o STF “revelou-se altivo, estável, resiliente e coeso acima de tudo, assegurando o regime democrático, dirigindo conflitos em prol de maior segurança jurídica e, de modo vigilante, garantindo a observância dos direitos fundamentais”.

Fux ainda ressaltou que “a Suprema Corte tem contribuído fortemente para com a estabilidade institucional do Brasil e a sua retomada econômica”.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem