CartaExpressa

Comissão da Câmara aprova moção de repúdio ao show da Madonna

Parlamentares justificaram que o show teve ‘vilipêndio à fé’ e ‘forte viés erótico’

Foto: Pablo Porciuncula/AFP
Apoie Siga-nos no

A Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira 22, ma moção de repúdio ao show da Madonna no Rio de Janeiro.

O requerimento foi apresentado pelos deputados bolsonaristas Chris Tonietto (PL-RJ), Cristiane Lopes (União-RO), Clarissa Tércio (PP-PE), Dr. Allan Garcês (PP-MA) e Julia Zanatta (PL-SC).

Além de Madonna, as artistas Anitta e Pablo Vittar também foram incluídas na moção de repúdio. Os parlamentares justificaram que o show foi marcado pelo “vilipêndio à fé da maioria da população brasileira, e do conteúdo nocivo apresentado, de forte viés erótico”, diz o requerimento.

O show da Madonna na praia de Copacabana superou as expectativas e reuniu 1,6 milhão de pessoas, de acordo com cálculos da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Estima-se que a vinda de Madonna ao Rio de Janeiro tenha movimentado mais de 300 milhões de reais na economia local.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar