CartaExpressa

Ciro: ‘Hoje eu estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma’

Ciro: ‘Hoje eu estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma’

O pré candidato à presidência voltou a atacar o ex-presidente Lula depois de uma trégua anunciada em nome da democracia

Lula e Ciro Gomes. Fotos: Sergio Lima/AFP e  Miguel Schincariol/AFP

Lula e Ciro Gomes. Fotos: Sergio Lima/AFP e Miguel Schincariol/AFP

Em mais um capítulo de uma longa troca de farpas, o ex-governador do Ceará e pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) afirmou estar ‘seguro’ de que Lula conspirou a favor do impeachment de Dilma Rousseff, sua sucessora, em 2016.

Como base a suas afirmações, Ciro mencionou o fato de Lula ter mantido contato com integrantes do chamado ‘centrão’ e pensar em alianças com o grupo para as eleições de 2022. “Eu atuei contra o impeachment e quem fez o golpe foi o Senado Federal. Quem presidiu o Senado? Renan Calheiros. Quem liderou o MDB nessa investida? O Eunício Oliveira. Com quem o Lula está hoje?”, afirmou, em entrevista ao podcast Estadão Notícias. “Hoje eu estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma, estou seguro.”

O pedetista falou ainda de um suposto documento que teria redigido à época, a pedido de Dilma, e que teria sido entregue a um ‘irmão’, que nada fez e o jogou fora. Ele disse que seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE) chegou a questionar se de fato os que se diziam aliados de Dilma estavam verdadeiramente atuando contra a sua deposição.

“O meu irmão, que também estava lutando [contra o impeachment], me chamou e falou assim: ‘Será que esses caras querem impedir o impeachment?’. Agora estou seguro que eles estavam colaborando pelo impeachment da Dilma, porque nas eleições de 2018 o Lula estava com o Renan Calheiros e queria que eu me envolvesse nisso, eu que fui para as ruas, [sendo que à época] era muito impopular defender a Dilma”, completou. “Agora os amigos do peito são eles.”

Ciro que declarou uma trégua aos ataques contra Lula em prol da democracia também disse, durante a entrevista, que sua relação com ‘o lulopetismo corrompido e neoliberal tosco’ estava definitivamente encerrada.

“Será que do Bolsonaro aconteceu por acaso? Não foi não. Quem produziu Bolsonaro foi a irresponsabilidade criminosa e corrupta do senhor Lula”, completou.

Dilma rebate

A ex-presidente Dilma Rousseff reagiu às declarações de Ciro Gomes. Em um post publicado no Twitter, ela acusou o pedetista de mentir. “Ciro Gomes está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular”, escreveu. “O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas.”

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem