CartaExpressa

Câmara dos Deputados derruba trechos dos decretos de Lula sobre o marco do saneamento

O projeto de decreto legislativo que questiona as mudanças foi aprovado por 295 votos a 136; texto vai à análise do Senado

Apoie Siga-nos no

Em uma derrota para o governo, a Câmara dos Deputados aprovou, por 295 votos a favor e 136 contra, a derrubada de trechos de decretos assinados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o saneamento básico. O texto agora vai ao Senado.

Mais cedo, os parlamentares aprovaram a urgência do projeto de decreto legislativo que questiona as atualizações promovidas pelo Palácio do Planalto.

As mudanças na legislação causaram incômodo no presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), e em parlamentares da oposição. “O parlamento irá analisar criteriosamente as sugestões, mas não vai admitir retrocessos”, alertou o deputado.

Na prática, a gestão petista atualizou os pontos para permitir que empresas estatais tenham acesso às verbas federais destinadas à universalização dos serviços mesmo sem manter contratos com os municípios.

Além disso, os decretos prorrogam até dezembro de 2025 os prazos para que as estatais comprovem a capacidade de investir no setor e acaba com o limite de 25% para a realização de parcerias público-privadas pelos estados.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.