CartaExpressa,Política

Câmara dos Deputados cassa o mandato de Flordelis

Câmara dos Deputados cassa o mandato de Flordelis

A DEPUTADA FLORDELIS. FOTO: MICHEL JESUS/AGÊNCIA CÂMARA

A DEPUTADA FLORDELIS. FOTO: MICHEL JESUS/AGÊNCIA CÂMARA

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira 11 a cassação do mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019. A parlamentar nega as acusações.

 

 

A aprovação da resolução apresentada pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara teve 437 votos (o mínimo necessário era de 257). Sete deputados votaram contra a cassação e 12 se abstiveram.

Em junho, o colegiado havia recomendado a cassação do mandato da parlamentar por quebra de decoro, mas a decisão teria de ser referendada pelo plenário.

O relator do processo no Conselho de Ética, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), afirmou que Flordelis usou o mandato para coagir testemunhas e ocultar provas. Ele ressaltou que a análise se limitou a fatos considerados antiéticos, sem entrar no mérito de quem é o culpado da morte do pastor.

O relatório, segundo ele, comprova o uso indevido do mandato pela deputada. “O que se extrai desse processo no âmbito de Conselho de Ética são os fatos antiéticos, como o uso do mandato para coação de testemunha e para ocultação de provas”, disse Leite.

Além de perder o cargo, a deputada ficará inelegível por determinação da Lei da Ficha Limpa. O suplente que assume o mandato de Flordelis é Jones Moura (PSD).

 

*Com informações da Agência Câmara

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem