CartaExpressa,Política

Braga Netto diz que momento é ‘delicado’ e militares ‘acompanham a conjuntura’

Braga Netto diz que momento é ‘delicado’ e militares ‘acompanham a conjuntura’

Braga Netto e Jair Bolsonaro. Foto: Evaristo Sá/AFP

Braga Netto e Jair Bolsonaro. Foto: Evaristo Sá/AFP

Em meio a uma crescente tensão institucional provocada por militares, o general Walter Braga Netto, ministro da Defesa, pediu nesta sexta-feira 9 que os membros das Forças Armadas confiem em seus superiores e nas próprias corporações.

O ministro discursou durante a entrega de espadins aos cadetes da Força Aérea Brasileira em Pirassununga (SP).

“Vivemos momentos delicados. Estamos silentes e acompanhando a conjuntura atual. Em tempos de desinformação, cresce a necessidade de busca de fontes idôneas. Confiem na cadeia de comando e na lealdade de seus líderes e superiores, eles representam a palavra oficial da Força”, disse Braga Netto.

“Reafirmo que as Forças Armadas continuarão com fé em suas missões constitucionais, com instituições nacionais permanentes, com base na hierarquia e na disciplina, sob autoridade suprema do presidente da República, para assegurar a defesa da soberania, a independência e a harmonia entre os poderes, e da manutenção da democracia e da liberdade do povo brasileiro, a quem, efetivamente, devemos servir e buscar o bem comum”, completou o general.

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem