CartaExpressa

Bolsonaro diz que não há escândalo de corrupção no governo, mas que pode acontecer

Bolsonaro diz que não há escândalo de corrupção no governo, mas que pode acontecer

'Me acusam de ser corrupto por uma vacina que não foi comprada', afirma o presidente

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira 27 que o seu governo, passados mais de dois anos de mandato, não sofre com denúncias de corrupção.

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada, o mandatário se esquivou do escândalo das vacinas, que é investigado pela CPI da Covid no Senado Federal.

“Não existe nenhum escândalo de corrupção no meu governo. Pode acontecer”, disse o presidente. “Me acusam de ser corrupto por uma vacina que não foi comprada”, acrescentou.

Bolsonaro voltou a justificar o provável veto parcial do Fundão Eleitoral, de mais de 6 bilhões de reais.

“Eu não posso vetar o Fundão porque estou deixando de cumprir a lei de 2017. Neste caso, extrapolaram, então eu posso vetar o excesso”, declarou.

O presidente também reclamou das críticas que sofre de apoiadores.  “Dá vontade de falar: ‘vocês merecem os presidentes que tiveram anteriormente’. Fazer as coisas com responsabilidade não é fácil”.

Veja o vídeo:

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem