CartaExpressa

Bolsonaro confronta CPI: Não encha o saco de quem opta pela cloroquina

Bolsonaro confronta CPI: Não encha o saco de quem opta pela cloroquina

O presidente reagiu às perguntas dos parlamentares durante o depoimento do ministro da Saúde Marcelo Queiroga

EVARISTO SA / AFP

EVARISTO SA / AFP

O presidente Jair Bolsonaro pediu, nesta sexta-feira 7, que os “inquisidores da CPI”, uma referência aos senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid, não “encham o saco” de quem optou pelo uso de medicamentos sem eficácia para tratar a infecção por coronavírus.

Em uma publicação no Facebook, o presidente reagiu às perguntas dos parlamentares durante o depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na última quinta-feira 6.

Na ocasião, o titular da pasta se recusou a responder se concordava ou não com a posição de Bolsonaro sobre o tratamento precoce. O presidente é um defensor da cloroquina e da ivermectina no tratamento da Covid-19.

“Você é livre para escolher, com o seu médico, qual a melhor maneira de se tratar. Escolha e, por favor, não encha o saco de quem optou por uma linha diferente da sua, tá ok?”, escreveu na rede social.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem