CartaExpressa

Após decisão do TRF-1, o Brasil deve desculpas a Dilma, diz Lula em Angola

A Corte confirmou o arquivamento de ação contra a ex-presidenta por supostas ‘pedaladas fiscais’

Agenda do presidente Lula em viagem a Angola, em agosto de 2023. Foto: Ricardo Stuckert/PR
Apoie Siga-nos no

O presidente Lula afirmou nesta sexta-feira 25 que o Brasil deve desculpas à ex-presidenta Dilma Rousseff após uma nova decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região sobre as supostas “pedaladas fiscais”.

Lula se manifestou rapidamente sobre o tema durante o encerramento de um fórum econômico em Luanda, Angola.

“Depois que eu deixei o governo houve um golpe no Brasil, que muita gente acha que não foi golpe”, declarou. “Mas o fato de a presidenta Dilma ter sido absolvida pelo Tribunal Federal de Brasília demonstra que o Brasil deve desculpas à presidenta Dilma, porque ela foi cassada de forma leviana.”

Na última segunda-feira 21, o TRF-1 confirmou a decisão de arquivar uma ação de improbidade contra Dilma no caso das “pedaladas”, argumento usado como pretexto para o processo de impeachment que derrubou a petista, em 2016.

A 10ª Turma da Corte rejeitou uma apelação do Ministério Público Federal contra uma decisão da primeira instância tomada em 2022. Por três votos a zero, o colegiado reforçou o arquivamento.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar