CartaExpressa

Acidente entre caminhão e ônibus turístico deixa 24 mortos na Bahia

O acidente aconteceu no quilômetro 381 da BR-324, próximo à cidade de São José do Jacuípe

Acidente deixou 24 mortos. Foto: Divulgação/Anjos Jacuipenses
Apoie Siga-nos no

Um caminhão e um ônibus de turismo colidiram na noite do último domingo 7, na BR-234, próximo à cidade de São José de Jacuípe (BA), deixando 24 pessoas mortas.

Segundo informações da Brigada Anjos Jacuipenses, o acidente aconteceu por volta das 22h30 de ontem, no quilômetro 381 da rodovia. O ônibus turístico fazia o trajeto de Guarajuba até Jacobina.

Das 24 pessoas falecidas, 21 eram passageiros do ônibus. As outras três estavam no caminhão, que transportava manga. Ainda do total de mortos, 23 morreram no local da colisão. Não há, até aqui, informações sobre a causa do acidente. 

Segundo as autoridades, vítimas do acidente chegaram a ser encaminhadas para as cidades de Salvador, Feira de Santana, Capim Grosso e Nova Fátima.

Os passageiros do ônibus turístico voltavam para Jacobina, depois de terem estado na praia de Guarajuba, em Camaçari. A prefeitura de Jacobina, ao lamentar o acidente, informou que vai decretar luto oficial de sete dias no município.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar