Papa Francisco escreve carta para Lula: “a verdade vencerá a mentira”

O pontífice também desejou solidariedade ao ex-presidente por suas perdas recentes

Papa Francisco (Foto: Tania Rego ABr)

Papa Francisco (Foto: Tania Rego ABr)

Sociedade

Após o ex-presidente Lula ter enviado uma carta ao papa Francisco em março deste ano, o pontífice o respondeu em uma carta datada de 3 de maio. Nela, Francisco manifesta solidariedade a Lula pelas perdas de sua esposa Marisa, do irmão Genival Inácio e do neto Arthur.

“Quero […] lhe encorajar pedindo para não desanimar e continuar confiando em Deus”, escreveu Francisco ao final da mensagem.

Não é a primeira vez que o papa se corresponde com o ex-presidente desde sua prisão, em abril de 2018. Em agosto do mesmo ano, ele escreveu uma carta a Lula e enviou junto um rosário com uma dedicatória na versão italiana do livro “A Verdade Vencerá”, escrito a partir de entrevistas com o ex-presidente e publicado no início de 2018. Os presentes foram entregues a Lula por intermédio do chanceler Celso Amorim.

Na carta enviada este mês, o pontífice ainda discorreu sobre a importância do trabalho de atuação política. “Estou convencido de que a política pode tornar-se uma forma eminente de caridade, se for implementada no respeito fundamental pela vida, a liberdade e a dignidade das pessoas.”

Confira na íntegra as cartas do papa e de Lula, respectivamente:

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Estagiária de Jornalismo de CartaCapital.com.br

Post Tags
Compartilhar postagem