CartaCapital

assine e leia

Investigação/ Entre lobos e cordeiros

Gravação indica participação de André Janones em suposto esquema de “rachadinha”

O deputado pede a divulgação do áudio na íntegra, “sem edições manipuladas” – Imagem: Rafaella Ribeiro/CMBH
Apoie Siga-nos no

Um áudio atribuído ao deputado federal André Janones, do Avante, levanta a suspeita de envolvimento do parlamentar em um esquema de “rachadinha”, apropriação indevida de parte da remuneração dos servidores de seu gabinete. Na gravação revelada pelo portal Metrópoles, Janones menciona que alguns dos interlocutores “vão receber um pouco de salário a mais” para ajudá-lo a pagar dívidas acumuladas na campanha para prefeito de Ituiutaba, no interior de Minas Gerais, em 2016, na qual ele terminou em segundo lugar. “Eu perdi uma casa de 380 mil reais, um carro, uma poupança de 200 mil e uma previdência (privada) de R$ 70 mil. Acho justo que essas pessoas também participem comigo da reconstrução disso.”

A reunião teria sido gravada pelo seu ex-assessor Cefas Luiz em fevereiro de 2019, logo após o deputado assumir o seu primeiro mandato legislativo. Desde o ano passado, antigos servidores acusam Janones de prática de rachadinha, mas até então não haviam apresentado provas de que o parlamentar tinha solicitado repasses indevidos. Provocado pela Procuradoria-Geral da República, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, determinou a abertura de um inquérito à Polícia Federal.

ENTENDA MAIS SOBRE: ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.