Você está aqui: Página Inicial / Tecnologia / O pouco conhecido mercado brasileiro de aplicativos

Tecnologia

Análise

O pouco conhecido mercado brasileiro de aplicativos

por Carlos Drummond publicado 17/06/2016 16h38
Duas empresas do País produzem dois dos 10 apps mais baixados
Aplicativos

O ranking da App Annie

Entre as dez empresas com mais aplicativos baixados no Brasil em abril deste ano, as estadunidenses Facebook e Google previsivelmente ocupam o primeiro e o segundo lugar, segundo levantamento da empresa de estatísticas Apple Annie.

A terceira é a chinesa Cheetah Mobile, fabricante de telefones celulares e seus aplicativos e a quarta, mais uma firma dos EUA, o Snapchat. Em quinto lugar, está a brasileira Studio Sol, com apps para criação de sites de música.

A Microsoft vem em sexto lugar, seguida por duas chinesas, a Kika Tech, especializada em desbloqueio de celular, na sétima posição, e o Baidu, maior buscador na internet depois do Google, na oitava colocação.

A PSafe, fabricante brasileira de dispositivos anti-vírus, aparece na nona posição, seguida pela ucraniana New IT Solutions, que fornece consultoria, desenvolvimento de aplicativos e serviços de suporte para empresas, colocada em décimo lugar. 

Apesar de a Studio Sol superar as megaempresas Microsoft e Baidu e de ser altamente popular entre os seus adeptos, não é acolhida nos circuitos especializados de badalação midiática, sempre com espaço para o mais novo app dos Estados Unidos ou da Europa, quando não são obrigados a se render aos cada vez mais poderosos chineses.

O honroso nono lugar da PFSafe, apesar de retratar a conquista de confiança no exigente mundo dos negócios, não conta com uma fração do espaço na mídia dedicado aos aplicativos de solicitação de sanduíches.

O resultado do levantamento sugere que o perfil específico dos downloads de aplicativos no País merece uma abordagem específica. Não é a única área a merecer um tratamento diferenciado.

registrado em: