Você está aqui: Página Inicial / Tecnologia / ADSL2+ domina expansão da banda larga no Brasil

Tecnologia

Mercado

ADSL2+ domina expansão da banda larga no Brasil

por Teletime — publicado 29/07/2010 15h41, última modificação 30/07/2010 15h43
Levantamento feito pela Teletime mostra que o avanço da rede em alta velocidade no país está em ritmo acelerado

Levantamento feito pela TELETIME para o Pôster “As Operadoras Brasileiras de Telecomunicações 2010”, que circula com a edição de julho da revista Teletime, mostra que a expansão das redes de banda larga fixa está ocorrendo em ritmo acelerado.

Para se ter uma idéia, em outubro de 2009, apenas 65,30% dos 5,656 mil municípios brasileiros estavam cobertos por algum tipo de rede de banda larga fixa: xDSL, cable modem, fibra ou mesmo de tcnologias de rádio. E em junho deste ano, a penetração geográfica da banda larga fixa subiu para 82,7%, chegando a 4,606 municípios do País, ou seja, 972 novos municípios com acesso a redes fixas de banda larga.

O grande destaque fica com a expansão da cobertura ADSL2+, tecnologia que promete velocidades de até 24 Mbps e já cobre 88,41% das 4,606 mil localidades atendidas com banda larga fixa em junho de 2010. Em outubro de 2009, o ADSL2+ estava presente em 3,010 mil municípios, o que significa que nos últimos oito meses 1,062 municípios ganharam cobertura da tecnologia.

Já os municípios com presença de ADSL convencional, cuja velocidade máxima chega a 8 Mbps, caíram um pouco entre outubro de 2009 e junho de 2010, passando de 2,001 mil para 1,963 mil localidades atendidas.

O total de municípios com presença de ADSL2+ e sem ADSL1 passou de 1,631 mil para 2,641 mil e aqueles com cobertura VDSL, cujas velocidades podem atingir 52 Mbps subiram de 66 para 85 localidades no mesmo período de oito meses.

Outro dado relevante é o crescimento de mais de 500% no número de municípios atendidos por redes de acesso em fibra óptica (FTTx). Em outubro de 2009 eram apenas 66 localidades, total que saltou para 331 municípios em apenas oito meses. Vale destacar ainda que muito deste crescimento vem não apenas das concessionárias de telefonia fixa, mas também de autorizadas.

Ao final de junho deste ano, 151 municípios tinham cobertura de banda larga fixa de operadoras de TV a cabo; 190 contavam com WiMAX e pré-WiMAX; 79 tinham MMDS; e 52 estavam cobertas por WLL/EVDO, lembrando que o EVDO foi considerado como banda larga fixa porque é uma tecnologia utilizada pela Embratel para oferecer o produto Livre.com.

Os dados foram compilados através de informações fornecidas pelas próprias operadoras.