Você está aqui: Página Inicial / Sustentabilidade / União Europeia aprova reduzir uso de sacolas plásticas

Sustentabilidade

Meio Ambiente

União Europeia aprova reduzir uso de sacolas plásticas

por Deutsche Welle publicado 28/04/2015 20h13, última modificação 28/04/2015 20h25
Atual consumo médio de 200 unidades anuais por pessoa deve cair para 90 até 2019 e 40 até 2025. Países-membros decidem como alcançar a meta. Entre as opções está cobrar pelas sacolas
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O Parlamento Europeu aprovou nesta terça-feira 28, em Estrasburgo, uma diretriz para reduzir o consumo de sacolas plásticas na União Europeia (UE).

A nova regra prevê que o consumo, hoje estimado em cerca de 200 sacolas por ano para cada habitante, seja reduzido para 90 até 2019 e no máximo 40 até 2025. Na Alemanha, o consumo médio anual é de 75 sacolas por habitante.

A UE apenas define a meta. Cabe agora a cada país-membro determinar como ela deve ser alcançada. Uma opção é vender as sacolas ou cobrar um valor que pode ser devolvido quando o consumidor entregar a sacola para reciclagem no supermercado. Outra opção é simplesmente proibir as sacolas.

A regra não vale para sacolas de material mais resistente, que podem ser reutilizadas. Também as sacolas bem finas, usadas para embalar frutas, legumes e verduras, ficam de fora.

Segundo a Comissão Europeia, todos os anos são usadas 100 bilhões de sacolas plásticas na União Europeia. Ao menos 8 bilhões delas não são recicladas da maneira apropriada e acabam sobretudo nos oceanos e rios.