Você está aqui: Página Inicial / Sustentabilidade / Ibama multa fazendeiro que exibia cabeça de onça como troféu

sustentabilidade

Pará

Ibama multa fazendeiro que exibia cabeça de onça como troféu

por Redação Carta Capital — publicado 29/07/2011 15h04, última modificação 29/07/2011 15h11
'As pessoas conviviam normalmente com a decapitação do animal', disse o coordenador da operação feita pelo instituto
'As pessoas conviviam normalmente com a decapitação do animal', disse o coordenador da operação feita pelo instituto. Foto: Rogério Melo/ Divulgação

'As pessoas conviviam normalmente com a decapitação do animal', disse o coordenador da operação feita pelo instituto. Foto: Rogério Melo/ Divulgação

O Ibama multou, no sábado 23, um matador de onça em Jacareacanga, a 400 km de Itaituba, no sudoeste do Pará. A cabeça do animal, que era exibida como um trofeu na entrada de sua fazenda de gado, foi apreendida pela operação Disparada, do Ibama, em ação nas imediações para investigar a autoria de um desmatamento na região. A multa aplicada a ele era de em 5 mil reais. “A cena era chocante, as pessoas conviviam normalmente com a decapitação do animal”, disse o coordenador da operação, Raphael Fonseca.

Depois de apreender e examinar a cabeça, o Ibama descobriu que o animal abatido pelo fazendeiro era uma onça preta, variação melânica da Panthera onça, espécie ameaçada de extinção e protegida pela Convenção do Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (Cites). Além da multa do Ibama, o responsável pelo crime ambiental poderá ser condenado de seis meses a um ano de detenção pela Justiça.