Você está aqui: Página Inicial / Sustentabilidade / Ação inédita da Interpol contra o comércio ilegal de madeira prende 194 pessoas na América Latina

sustentabilidade

Amazônia

Ação inédita da Interpol contra o comércio ilegal de madeira prende 194 pessoas na América Latina

por AFP — publicado 19/02/2013 12h11, última modificação 06/06/2015 18h25
A operação ocorreu em 2012, mas só foi divulgada agora. Prisões foram feitas em 12 países, incluindo o Brasil

LYON (AFP) - Duzentas pessoas foram detidas em 12 países da América Latina na primeira operação internacional contra o corte e o comércio ilegal de madeira realizada pela Interpol, informou a polícia internacional.

A operação, realizada entre 17 de setembro e 17 de novembro de 2012, aconteceu no Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, Guatemala, Honduras, Paraguai, Peru e Venezuela.

O valor total da madeira apreendida chega a oito milhões de dólares.

Os países participantes registraram um total de 194 prisões. Atualmente, 118 pessoas estão sendo investigadas.

"Esta operação marca o início dos esforços da Interpol para ajudar os países membros a combater o corte ilegal e os crimes florestais, que não apenas afetam a saúde, a segurança e a qualidade de vida das comunidades dependentes dos recursos florestais, como também causam gastos significativos aos governos", afirmou a Interpol.

Leia mais em AFP Movel