Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Uma história de amor Inca

Sociedade

Cuzco

Uma história de amor Inca

por Rota Inca — publicado 29/07/2010 17h00, última modificação 29/07/2010 17h00
Quéchua, língua usada há séculos pelos Incas é falada até hoje

Quéchua, língua usada há séculos pelos Incas é falada até hoje

Uma das principais ruínas incaicas localizadas no Vale Sagrado de Cuzco,berço dos incas, é a cidade de Ollantaytambo. Tambo significa uma espécie de cidade-dormitório, que serviam de descanso para mensageiros e comerciantes que se locomoviam pelos caminhos que conectavam o vasto território do Tahuantinsuyo, o império dominado pelos incas.

Ollantay era um general do imponente exército controlado pelo Inca Pachacutec, responsável pela maior expansão da história dessa civilização. Em sua passagem pela cidade que leva o nome do general, os expedicionários da Ruta Inka puderam acompanhar o Ollantay Raymi (Festa de Ollantay), celebrado no sítio arqueológico local no dia 28 de junho, alguns dias depois da festa do Inti Raymi (Festa do Sol) comemorada no dia 24 nas ruínas de Sacsayhuaman em Cuzco.

Ambas cerimonias são realizadas em quéchua, a língua que era usada pelos incas a séculos atrás e que até hoje segue sendo falada nos Andes. O espetáculo de rara beleza é encenado nas ruínas da fortaleza construída como refúgio por Ollantay e seus aliados.A cerimonia colorida rememora a história do general que se apaixonou pela filha do Inca Pachacutec, Rosi Collo. Porém não era permitida a união entre os membros da família real inca com de outros segmentos sociais, fossem eles nobres, militares ou camponeses.

Perseguido, o general Ollantay se refugiou no tambo que depois herdaria seu nome e ali criou uma grande fortaleza disposto a resistir. Depois da morte de Pachacutec, Ollantay foi capturado e levado a capital Cuzco pelo exército liderado pelo novo Inca Tupac Yupanqui, filho do antigo soberano. Mas a história de amor que parecia rumar a um fim trágico terminou com final feliz: houve uma reconciliação e Tupac Yupanqui aceitou o casamento de Ollantay com a princesa inca.

Feitas as pazes, Ollantaytambo passou a ser um importante ponto comercial e militar por sua localizacao estratégica entre a região montanhosa que circunda o Vale Sagrado e o comeco da regiao amazonica. Também ganhou relevância nos aspectos religiosos, fato evidenciado por algumas construções como o Templo do Sol, inacabado devido a chegada dos espanhóis.

registrado em: