Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Resposta da Fundação Casa a CartaCapital

Sociedade

Resposta da Fundação Casa a CartaCapital

por Redação Carta Capital — publicado 05/12/2011 09h38, última modificação 05/12/2011 09h42

O site de CartaCapital publicou uma reportagem na qual adolescentes da nas dependências da instituição. Segue uma resposta da Fundação Casa:

"Sobre a reportagem publicada na edição online da Revista Carta Capital, a Fundação CASA tem alguns esclarecimentos a fazer.

Em primeiro plano, as denúncias de maus-tratos a que a reportagem se refere têm como base cartas supostamente escritas por adolescentes.

Estas cartas não têm autenticidade comprovada, em que pese os fatos nelas narrados estarem sendo apurados pela Corregedoria da Fundação CASA – o que o texto não menciona. Até agora, nenhuma das queixas que constam dos documentos – apócrifos – foi constatada pela Corregedoria.

As cartas, como sabemos, têm sido usadas por alguns grupos que nunca procuraram a Fundação para contribuir com as apurações ou sugestões.

A reportagem menciona ainda que jovens do centro socioeducativo Jatobá, na Capital, estariam sendo alvo de negligência médica e espancamentos, o que, certamente, não é verdadeiro.

Um outro ponto do texto ao qual cabe esclarecer é a citação de um estudo da pesquisadora Heloísa Aun.

A pesquisa em questão foi elaborada em 2006 – o que é citado pela reportagem.

No entanto, de 2006 para cá, a Fundação passou por inúmeras mudanças, que puderam ser atestadas por uma série de entidades em inspeções independentes, como a realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Quanto à questão do autoflagelo de adolescente, que abre o texto, pode-se dizer que os casos do gênero são raros e acontecem, por vezes, com jovens que querem simular agressões de funcionários – quando os episódios decorrem de problemas psicológicos, os jovens são atendidos por psicólogos, assistentes sociais e, quando o caso exige, médicos."

registrado em: ,