Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Repórteres Sem Fronteiras denuncia o décimo assassinato de jornalistas no Brasil em 2012

Sociedade

Imprensa

Repórteres Sem Fronteiras denuncia o décimo assassinato de jornalistas no Brasil em 2012

por AFP — publicado 31/10/2012 10h36, última modificação 31/10/2012 12h32
A ONG de defesa da liberdade de imprensa defende "uma coordenação em nível federal a favor da segurança e da proteção dos jornalistas" no País
RSF

Ativista da RSF participa de protesto em frente ao prédio da agência de notícias iraniana em Paris em 10 de julho. Foto: ©AFP / loic venance

PARIS (AFP) - A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) denunciou o assassinato do jornalista brasileiro Edmilson de Souza, em seu próprio estúdio de rádio. Edmilson é o décimo jornalista assassinado no Brasil em 2012.

"O assassinato de Edmilson de Souza, de 40 anos, na noite de 28 de outubro de 2012 em Itabaiana (Sergipe), eleva para dez o total de jornalistas ou proprietários de meios de comunicação brasileiros assassinados desde o início do ano", denunciou, na terça-feira 30, a organização de defesa da liberdade de imprensa com sede em Paris. "Conhecido pelo pseudônimo de 'Edmilson dos Cachinhos', o apresentador da Princesa da Serra FM foi morto a tiros quando estava sozinho em seu estúdio", acrescentou.

Embora reconheça que "reais esforços de luta contra a impunidade tenham sido feitos no Brasil", o RSF defende "uma coordenação em nível federal a favor da segurança e da proteção dos jornalistas".

Mais informações em AFP Movil

registrado em: , ,