Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / "Reagir à derrota é a marca de uma grande nação", diz Dilma

Sociedade

Copa do Mundo

"Reagir à derrota é a marca de uma grande nação", diz Dilma

por Redação — publicado 09/07/2014 18h09
Para a presidenta, derrota histórica da seleção, apesar de triste, não deve mudar o sentimento dos brasileiros em relação ao País
Roberto Stuckert Filho/PR

"O Brasil superará este momento extremamente doloroso", afirmou a presidenta Dilma Rousseff à jornalista Christiane Amanpour, da CNN International, a respeito da derrota da seleção brasileira para a alemã por 7 a 1 na Copa do Mundo.

Na entrevista, que será transmitida nesta quinta, 10, pelo canal, Dilma diz que a eliminação não deve mudar o sentimento dos brasileiros em relação ao País. "Não acredito nisso, porque já passamos pela experiência de organizar a Copa do Mundo, quero dizer, nós, brasileiros, e todos os torcedores que vieram aqui. Sabemos muito bem que esta tem sido uma Copa do Mundo que está acontecendo em paz e com uma grande sensação de alegria", afirmou.

Sobre a derrota, disse ainda que "há uma marca registrada e característica do futebol... Ele é feito de vitórias e derrotas. Isso é parte integrante do jogo. E ser capaz de reagir à derrota, eu considero a característica e a marca de uma grande seleção nacional e de um grande País".

Questionada sobre se já havia imaginado que este poderia ser o resultado do jogo, afirmou que nunca, nem em seus pesadelos. "Como torcedora, é claro, estou profundamente triste, pois compartilho a mesma dor de todos os torcedores. Mas também sei que somos um país que tem uma característica muito peculiar. Nós superamos os desafios diante das adversidades. Nós somos capazes de superar", completou.