Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Polícia prende 11 pessoas em manifestação no Rio

Sociedade

Manifestação

Polícia prende 11 pessoas em manifestação no Rio

por Agência Brasil publicado 07/09/2013 15h43
Manifestantes foram levados por desacato, desobediência, resistência à prisão, apreensão de objetos e lesão corporal, e liberados em seguida
Agência Brasil
Manifestante detido durante protesto no Rio de Janeiro

Manifestante detido durante protesto no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - Um total de 11 pessoas foi levado para a 17ª Delegacia de Polícia, em São Cristóvão, na zona norte do Rio. Elas foram detidas nas manifestações da manhã deste sábado 7 na Avenida Presidente Vargas. Entre os detidos estão uma mulher, que vai responder por posse de gás asfixiante, e um adolescente.

De acordo com a delegada adjunta, Viviane Costa, todos já foram liberados. "Foram nove registros, por desacato, desobediência, resistência à prisão, apreensão de objetos e lesão corporal. São todos crimes de menor poder ofensivo, eles assinaram um termo de compromisso para comparecer em juízo e vão responder em liberdade."

O advogado Carlos Viana, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), explicou que a entidade tem se mobilizado desde o início das manifestações para atuar nas delegacias e garantir o estado democrático de direito, "respeitando todos os princípios constitucionais, entre eles, o direito à livre manifestação, livre pensamento, livre religião, e por conta disso a OAB vem às delegacias para garantir que todos os direitos sejam preservado".

O pai do estudante apreendido, Marcelo Cabral, metalúrgico, foi buscar o filho na delegacia e apoia as manifestações. "Ele me ligou relatando o ocorrido. Acho que tudo é válido, contanto que não haja violência, acho que passou até da hora de o povo acordar para tanta atrocidade que acontece."