Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Polícia prende suspeito de ataque a cinegrafista no Rio

Sociedade

Rio de Janeiro

Polícia prende suspeito de ataque a cinegrafista no Rio

por Agência Brasil publicado 09/02/2014 10h25, última modificação 09/02/2014 10h26
Segundo o delegado, o artefato foi lançado por um manifestante, e não pelas forças de polícia que faziam a segurança no local

Por Alana Gandra

Policiais da 17ª Delegacia Policial (DP) de São Cristóvão prenderam, na manhã de domingo 9, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade, Fábio Raposo, suspeito de participação no ataque ao cinegrafista Santiago Andrade, durante manifestação de protesto contra o aumento da passagem de ônibus, no último dia 6, na Central do Brasil. Os policiais deram  cumprimento a mandado de prisão temporária, expedido pela Justiça.

Segundo informação da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio, Fábio foi localizado na casa dos pais. Ele será levado para a 17ª DP, onde o delegado titular, responsável pelas investigações do caso, Maurício Luciano, falará à imprensa sobre a prisão.

Na véspera, Luciano dizia estar convicto de que o artefato foi lançado por um manifestante, e não pelas forças de polícia que faziam a segurança no local. A bomba, de acordo com avaliação do delegado, é do tipo rojão de vara.

Estado grave. O cinegrafista da Rede Bandeirantes permanece em coma induzido no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio. Seu estado é considerado muito grave, de acordo com informação fornecida há pouco pela assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.