Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Perrella não tem ligação com cocaína apreendida em helicóptero, diz PF

Sociedade

No Espírito Santo

Perrella não tem ligação com cocaína apreendida em helicóptero, diz PF

por Redação — publicado 11/12/2013 12h30
Segundo afirmou a Polícia Federal em nota, helicóptero com droga partiu do Paraguai e passou por Paraná, São Paulo e Minas Gerais antes de chegar ao Espírito Santo

A Polícia Federal do Espírito Santo afirmou em nota divulgada na terça-feira 10 que, com base nas investigações realizadas até o momento, não há qualquer indício de envolvimento da empresa Limeira Agropecuária com os 445 quilos de cocaína apreendidos em helicóptero de sua propriedade no final do mês passado. A empresa tem como sócio majoritário o deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG).

De acordo com a PF, os depoimentos colhidos e as provas periciais produzidas até o momento apontam "envolvimento isolado do piloto da empresa com o outro piloto preso, que seria a pessoa com vinculação direta à quadrilha proprietária da droga".

No dia 24 de novembro, o helicóptero e a droga foram apreendidos e o piloto, o copiloto e dois homens que aguardavam a transação em uma fazenda na cidade de Afonso Cláudio, no Espírito Santo, foram presos.

Dados preliminares da investigação sugerem que o helicóptero esteve no Paraguai para buscar a droga, passando pelos Estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais antes de chegar ao Espírito Santo. "Com a definição de que se trata de tráfico internacional, a investigação segue atualmente perante a Justiça Federal no Estado do Espírito Santo, com o acompanhamento do Ministério Público Federal", afirmou a PF em nota.

Em relação ao combustível usado pelo helicóptero, a PF afirma que todos os abastecimentos feitos após o início do voo foram pagos pelo grupo criminoso, em aeroportos ou pontos clandestinos.