Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Para além do esporte

Sociedade

Esporte

Para além do esporte

por Camila Alam — publicado 29/07/2010 17h07, última modificação 29/07/2010 17h07
Em Operação Portuga, Sérgio Xavier Filho narra histórias de força e superação

Em Operação Portuga, Sérgio Xavier Filho narra histórias de força e superação

Em época de Mundial, a notícia é futebol, assunto do qual notoriamente eu pouco domino. Mas vou me atrever aqui a falar de um outro esporte, visto sob ótica não profissional, a corrida.

Lançado no mês passado, o livro Operação Portuga (Ed. Arquipélago), do jornalista Sérgio Xavier Filho, é daqueles que empolgam mesmo os não familiarizados com o mundo das corridas. Como o próprio autor faz questão de sinalizar, não é um livro sobre o esporte, mas sobre pessoas. Acima de tudo, aquelas que chegam ao limite para quebrar recordes, ultrapassar barreiras físicas e emocionais, a linha de chegada da própria vida. Quem não gosta de histórias de superação?

O subtítulo do livro dá a premissa. São cinco homens e um recorde a ser batido. Nenhum deles é atleta profissional, mas todos trazem consigo carga de competitividade fora do normal. O Portuga do título é Amílcar Lopes Júnior, filho de portugueses, empresário bem sucedido. Em 2006, tinha 43 anos e em uma das provas mais tradicionais, a maratona de Chicago, percorreu os 42 quilômetros em 2h43m50s. A marca era irreal até para bons corredores não profissionais, que consideram já um grande feito terminar a prova abaixo das 3 horas. “O Portuga sabia que estava virando lenda naquele instante”, diz Xavier logo nas primeiras páginas.

O fato é que após cravar a marca, o Portuga virou uma espécie de mito entre os corredores amadores. Muitos o viam treinar nas largas ruas da Universidade de São Paulo, durante o fim de semana na capital paulista. Ciente do tamanho do ego do aluno, Marcos Paulo Reis, o técnico, decide então lançar um desafio. Seleciona entre seus alunos aqueles que teriam chances reais de quebrar o recorde de Amílcar e chega a três possíveis competidores. Essa é séria brincadeira e seu desenvolvimento que o autor acompanhou de perto e relata de maneira prazerosa neste volume.

Os desafiantes do Portuga são Lelo, Tomás e Guto, cujas histórias particulares impressionam pela força e dedicação. O publicitário Lelo era esquiador profissional, Tomás é economista e Guto, engenheiro. Acompanhamos suas passagens ao longo da vida, algumas dolorosas. E também seus treinos, lesões e viagens, sob a ótica do desafio. A cada capítulo, o autor destrincha suas trajetórias de alegrias e sofrimentos e faz com que o leitor vá, aos poucos, se tornando íntimo destes personagens reais.

Sérgio Xavier Filho é familiarizado com o assunto. Diretor de redação das revistas Placar e Runner’s Brasil e escreve diariamente o Blog Correria. Nestas páginas descreve lições de força e perseverança que vão além de qualquer esporte. Ao mesmo tempo, faz o leitor acompanhar ávido esta trajetória, como quem torce pelo campeão na reta de chegada ou vibra quando a rede balança indicando gol.

registrado em: