Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Nossas cidades ainda não encontraram uma solução para a gestão dos resíduos sólidos

Sociedade

Problemas urbanos

Nossas cidades ainda não encontraram uma solução para a gestão dos resíduos sólidos

por Raquel Rolnik — publicado 31/03/2011 16h53, última modificação 31/03/2011 16h53
SP recicla apenas 1% do total do lixo que recolhe. Com isso, continua-se gastando uma fortuna para enterrar o lixo.

São Paulo recicla apenas 1% do total do lixo que recolhe. Nos demais municípios da região metropolitana, os melhores índices de reciclagem estão em Santana do Parnaíba, com quase 17%, Barueri e Santo André, ambos em torno de 5%.

Resultado: a região metropolitana de São Paulo, que produz 10% do lixo total do país e que concentra a maior capacidade de inovação tecnológica e de recursos, não conseguiu ainda encontrar uma solução para a gestão e destinação final dos seus resíduos sólidos.

Com isso, continua-se gastando uma fortuna para enterrar o lixo. O cenário de São Paulo ainda é uma beleza, já que aqui não há mais lixões, que são realidade ainda em metade dos municípios do Brasil. Além disso, menos de 20% dos municípios brasileiros possuem coleta seletiva.

Esses números foram apresentados hoje no Encontro Internacional sobre Resíduos Sólidos Urbanos, pela Gina Rizpah Besen, que defendeu tese de doutoramento sobre o tema na Faculdade de Saúde Pública da USP.

registrado em: