Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Não imagino a Copa sem SP, diz secretário-geral

Sociedade

Não imagino a Copa sem SP, diz secretário-geral

por Agência Brasil publicado 15/05/2013 13h18, última modificação 15/05/2013 13h22
Apesar dos atrasos, Jerome Valcke disse estar confiante de que o estádio do Corinthians estará pronto até a data limite
Valter Campanato/Agência Brasil
Jérôme Valcke

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante encontro em 2012 no Ministério do Esporte para tratar assuntos relativos à Copa do Mundo

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, disse nesta quinta-feira 15 que não imagina Copa do Mundo sem a participação da cidade de São Paulo.

Em entrevista coletiva à imprensa, no Rio de Janeiro, Valcke informou que terá uma reunião, em breve, com representantes do Corinthians, da construtora Odebrecht e do Comitê Organizador Local para discutir a conclusão das obras do estádio Itaquerão, que será palco da abertura da Copa.

Apesar dos atrasos na obra, Valcke disse estar confiante de que o estádio estará pronto até a data limite estabelecida pela Fifa: dezembro deste ano. “Não haverá Copa do Mundo sem São Paulo. A Copa do Mundo será jogada em 12 cidades”, disse.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que o atraso na obra foi provocado por uma alteração do projeto original do estádio. A arena, concebida para ter capacidade para 40 mil torcedores, terá que ser ampliada, com uma arquibancada temporária, para receber a cerimônia de abertura da Copa do Mundo.

Aldo Rebelo ressaltou, no entanto, que, com mais de 70% da construção concluídos, as obras estão dentro do cronograma previsto. “Para um estádio que tem prazo para dezembro, esse é um desempenho compatível com o cronograma”, disse o ministro.


*Matéria originalmente publicada na Agência Brasil