Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Memorial da América Latina recebe exposição sobre a ditadura

Sociedade

50 anos do golpe

Memorial da América Latina recebe exposição sobre a ditadura

por Redação — publicado 01/04/2014 11h20
Até 30 de abril, a biblioteca do Memorial expõe 14 painéis que lembram todo o período da ditadura brasileira, do golpe até a redemocratização
Evandro Teixeira
memorial

Com entrada gratuita, de segunda a sábado, exposição pretende recuperar e divulgar o que aconteceu na ditadura

De 1º a 30 de abril fica em cartaz na biblioteca do Memorial da América Latina a exposição "Direito à memória e à verdade - a ditadura no Brasil 1964-1985". Serão expostos 14 painéis com imagens e textos sobre o período da ditadura militar – desde o golpe até a retomada da democracia, passando por revoltas estudantis e pelas campanhas de anistia e das 'Diretas Já'.

A exposição, cuja entrada é gratuita, é promovida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em parceria com a Universidade Paulista (Unesp) e o Instituto Vladimir Herzog. Para o presidente do memorial, João Batista de Andrade, um dos cineastas mais combativos do regime, "a exposição é uma forma de preservar a memória daqueles anos de chumbo para que os brasileiros, especialmente das novas gerações, reflitam e não se esqueçam do horror daquele período".

Serviço
Exposição: Direito à memoria e à verdade
Local: Biblioteca Latino-Americana Victor Civita
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, São Paulo
Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das 9 às 18 horas e sábado, das 9 às 15 horas
Entrada franca (portões 1, 2 e 5)

registrado em: