Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Manifestantes protestam contra expulsão de alunos da USP

Sociedade

Movimento estudantil

Manifestantes protestam contra expulsão de alunos da USP

por Agência Brasil publicado 20/12/2011 08h28, última modificação 20/12/2011 08h28
A reitoria acusa os estudantes de causar danos ao patrimônio da USP e diz que "os princípios constitucionais da ampla defesa” foram observados

Daniel Mello*

 

São Paulo – A expulsão de seis estudantes da Universidade de São Paulo (USP) motivou na segunda-feira 19 um protesto que reuniu cerca de 200 alunos na frente da Reitoria.

Em seguida, os estudantes saíram em passeata pelo campus e interromperam o tráfego de um dos acessos à universidade. A manifestação irritou alguns motoristas, que chegaram a descer dos carros para discutir com os estudantes.

Jéssica Trinca, um dos alunos expulsos da instituição pelo despacho publicado no Diário Oficial do Estado de sábado 17, reclamou da forma como foi conduzido o processo.

 

“O processo é extremamente arbitrário, não tem nenhuma prova contra mim ou contra os meus amigos”, disse ela, que prometeu ir à Justiça para derrubar a punição.

Entre os alunos desligados, cinco eram da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e um da Escola de Comunicações e Artes.

A reitoria acusa os estudantes de causar danos ao patrimônio da USP. O despacho do reitor João Grandino Rodas informa que o processo “observou os princípios constitucionais da ampla defesa” e que ele se apoiou no Código de Ética da Universidade para aplicar a penalidade de eliminação do corpo discente.

 

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

registrado em: ,