Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Juiz de MG proíbe lançamento do aplicativo Tubby em todo País

Sociedade

Sexo e internet

Juiz de MG proíbe lançamento do aplicativo Tubby em todo País

por Redação — publicado 05/12/2013 12h09
"Depois de ofendida a honra de uma mulher por intermédio do aplicativo, não haverá como repará-la", escreveu o juiz na decisão
Aplicativo Tubby

Anúncio do aplicativo Tubby prometeu vingança ao Lulu

O juiz da 15ª Vara Criminal de Belo Horizonte Rinaldo Kennedy Silva determinou, nesta quarta-feira 4, em caráter liminar, a proibição do aplicativo "Tubby" em todo o País. A decisão atendeu a um pedido de medida cautelar feito pelos coletivos Frente de Mulheres das Brigadas Populares de Minas Gerais, Margarida Alves, Movimento Graal, Movimento Mulheres em Luta, Marcha das Vadias e  COMPA (Coletivo Mineiro Popular Anarquista).

A ação teve como base o artigo nº 37 da Lei Maria da Penha (11340/06). "Há fundado receio de dano irreparável ou de difícil reparação, uma vez que depois de ofendida a honra de uma mulher por intermédio do mencionado aplicativo, não haverá como repará-la", escreveu o juiz na decisão. Caso haja descumprimento da liminar, será cobrada uma multa diária de 10 mil reais.

"Ficou todo mundo surpreso e feliz, porque foi uma decisão muito rápida, muito objetiva e sem meias palavras. E isso é raro", disse a advogada Fernanda Vieira de Oliveira, uma das autoras da ação.

O "Tubby" é um aplicativo desenvolvido para que homens avaliassem anonimamente o desempenho sexual e comportamento das mulheres. A ideia era dar uma resposta ao "Lulu", aplicativo que só aceita contas femininas de Facebook para que as usuárias deem notas e características aos homens.

"Chegou a hora de nossa vingança. Depois de termos nossas aptidões expostas para todas as mulheres, o Tubby chegou para inverter o jogo. Em breve", anunciavam os desenvolvedores do aplicativo por sua página oficial no Facebook.

O "Tubby" seria lançado na quarta-feira 4, mas, segundo os responsáveis pelo aplicativo, os servidores não suportaram o grande número de acessos. No site do aplicativo, uma contagem regressiva anuncia o lançamento para sexta-feira 6.

registrado em: