Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Julgamento do massacre do Carandiru é adiado após jurada passar mal

Sociedade

Segurança Pública

Julgamento do massacre do Carandiru é adiado após jurada passar mal

por Redação Carta Capital — publicado 08/04/2013 15h06, última modificação 08/04/2013 15h06
Júri dos 26 policiais acusados de participação na chacina deve ser retomado na próxima segunda-feira

A primeira parte do julgamento do massacre do Carandiru foi adiado nesta segunda-feira 8 após uma jurada passar mal e ter de se retirada do fórum onde aconteceria a sessão. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, todos os sete jurados precisão ser escolhidos novamente para o júri ser retomado na próxima segunda-feira 15.

Devido ao grande número de réus envolvidos, o júri está sendo feito em etapas. Neste primeiro bloco, estava previsto o julgamento de 26 policiais. Os outros acusados devem ser julgados posteriormente.

O maior massacre do sistema penitenciário brasileiro ocorreu no dia 2 de outubro de 1992, quando 111 detentos foram mortos e 87 ficaram feridos durante a invasão policial para reprimir uma rebelião no Pavilhão 9 do Presídio do Carandiru (como ficou conhecida a Casa de Detenção), na capital paulista, já desativado.

Três prédios do complexo foram demolidos para a construção de um parque. Os outros vão abrigar centros educacionais.

Com informações da Agência Brasil

registrado em: , ,