Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Estudantes pagam fiança e são liberados

Sociedade

Desocupação na USP

Estudantes pagam fiança e são liberados

por Redação Carta Capital — publicado 09/11/2011 10h06, última modificação 09/11/2011 12h20
Detidos em operação da Polícia Militar na terça-feira, alunos da Universidade de São Paulo foram soltos durante a madrugada; Assembleia decide grev

Os estudantes da Universidade de São Paulo detidos na terça-feira 8 em operação de reintegração de posse na reitoria que haviam ocupado foram liberados mediantes pagamento de fiança na madrugada desta quarta-feira 9. Ao todo, foram pagos 39.240 reais para que todos os 72 alunos fossem soltos. Sindicatos e movimentos sociais ajudaram a reunir o valor.

Em Assembleia com cerca de 2 mil alunos, os estudantes votaram pela greve-geral. Indignados com a prisão dos colegas, os participantes discutiram propostos de segurança alternativas ao convênio travado com a Polícia Militar para patrulhamento. Entre os pontos, está a abertura do campus à população para que se aumente a circulação de pessoas.

Dividido em tribos, movimento estudantil enfrenta radicalismos

Na manhã da terça-feira, a Força Tática da PM executou uma ação de reintegração de posse emitida pela Justiça para reaver o prédio administrativo da instituição. A operação acabou com cerca de 72 pessoas presas. A movimentação estudantil contra a PM iniciou no dia 27 de outubro, quando três alunos que fumavam maconha foram abordados, iniciando uma onda de protestos contra a presença da organização.

 

registrado em: ,