Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Crack causa escalada da violência em Sergipe

Sociedade

Anuário da Segurança Pública

Crack causa escalada da violência em Sergipe

por Clara Roman — publicado 24/11/2011 08h46, última modificação 24/11/2011 08h46
Estudo mostra aumento exponencial da criminalidade no estado; Segurança Pública atribui ao aumento do consumo de crack

No Anuário de Segurança Pública, divulgado nesta quarta-feira 24, Sergipe apareceu como um dos estados com maiores índices de aumento da violência. De 2009 para 2010, o número de homicídos dolosos aumetou em 23%. Latrocínios (roubo seguido de morte) tiveram um crescimento, neste mesmo ano, de 174%.

Em números absolutos, a criminalidade no estado ainda é pequena se comparada com as localidades maiores. São Paulo, por exemplo, teve 4.321casos de homicído, enquanto Sergipe teve apenas 700. Mesmo assim, o crescimento rápido chama a atenção. Por meio de assessoria, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que o aumento do consumo de crack é a principal razão para esses dados. Segundo o órgão, até 2008 o estado apresentava um número muito baixo de ocorrências violentas. A partir deste ano, as ocorrências ligadas à droga cresceram exponencialmente.

Não por acaso, a partir de 2008 o estado apresentou crescimento na apreessão de narcóticos. Naquele ano, foram apenas 1164 apreenssões da droga. Em 2010, esse número chegou a 35.857. Em relação à maconha, os números passaram de 23 886 para 400.821 em 2010. Pesquisas mostram que o crack já se espalhou pelo interior e está presente em 92% dos municípios do país. Sergipe tem pouco mais de dois milhões de habitantes e 75 municípios.

registrado em: