Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Câmara deve votar Lei Geral da Copa nesta quarta 28

Sociedade

Congresso

Câmara deve votar Lei Geral da Copa nesta quarta 28

por Redação Carta Capital — publicado 28/03/2012 10h48, última modificação 28/03/2012 10h50
Acordo foi fechado na noite da terça-feira 27 entre o presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT-RS) e líderes partidários da Câmara.
marco maia

O presidente da Câmara, deputado Marco Maia. Foto: José Cruz/ABr

Iolando Lourenço
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A votação da Lei Geral da Copa na Câmara dos Deputados deverá ocorrer nesta quarta-feira 28. Acordo foi fechado na noite da terça-feira 27 entre o presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT-RS), que está no exercício da Presidência da República, e líderes partidários da Câmara.

Pelo acordo, Marco Maia se comprometeu com os líderes em marcar para abril a data de votação do Código Florestal. Líderes da oposição e ruralistas vinham obstruindo a votação da Lei da Copa para pressionar o governo a marcar a data de votação do Código Florestal.

O acordo foi comemorado pela deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), que está no exercício da presidência da Câmara. Rose vinha defendendo a desvinculação da Lei da Copa e do Código Florestal. “A Lei Geral da Copa não tem nada a ver com o Código Florestal”, disse.

Mesmo com o acordo fechado para a votação da Lei da Copa, os partidos de oposição e a Frente Parlamentar Evangélica deverão dificultar a votação da matéria. Oposição e evangélicos vão tentar derrubar o dispositivo que susta, por um mês, parte do Estatuto do Torcedor para permitir a venda de bebidas nos estádios durante os jogos da Copa do Mundo. “Temos um acordo de procedimento, não de mérito”, disse o líder do PSDB, deputado Bruno Araújo (PE).