Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Brasil fechou 2010 com saldo positivo de 2,5 milhões de empregos formais

Sociedade

Trabalho

Brasil fechou 2010 com saldo positivo de 2,5 milhões de empregos formais

por Agência Brasil publicado 18/01/2011 16h57, última modificação 18/01/2011 16h57
Apesar da queda registrada no mês de dezembro, os dados divulgados pelo Ministério do Trabalho mostram que foi cumprida a meta definida para o ano

Por Roberta Lopes

Dezembro de 2010 registrou queda de 407.510 empregos formais, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No total, foram criados 2.136.947 empregos. Somando os dados declarados fora do prazo, o número de empregos sobe para 2.524.678. A diferença, de acordo com o MTE, é parte de mudanças na forma de divulgar os dados obtidos de declarações entregues fora do prazo.

Com isso, o saldo de janeiro a dezembro de 2010 é de pouco mais de 2,5 milhões de empregos, dentro da meta estabelecida pelo governo para o período. Em dezembro, foram admitidos 1.230.563 e demitidos 1.638.073; totalizando  407.510 vagas fechadas.

Os setores que apresentaram elevação no nível de emprego foram comércio (14.411) e serviços industriais de utilidade pública (557). A indústria de transformação foi o setor que apresentou a maior perda de postos de trabalho (152.987).

Os estados em geral apresentaram queda na criação de empregos. As maiores perdas se deram em São Paulo (159.579) e Minas Gerais (50.797).

Em 2009 foram gerados 995 mil empregos e os setores que mais contrataram foram serviços (500.177), comércio (297.157) e construção civil (177.185). Os estados com saldo positivo na geração de vagas foram São Paulo (277.573), Minas Gerais (90.608) e Rio de Janeiro (88.875). Para 2011, a meta do governo é gerar 3 milhões de empregos.

registrado em: