Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Ataques na Av. Paulista: prisão de um dos agressores vai ser decretada

Sociedade

Homofobia

Ataques na Av. Paulista: prisão de um dos agressores vai ser decretada

por Arlete Gomes — publicado 25/11/2010 11h15, última modificação 25/11/2010 17h09
Vítima reconheceu os envolvidos e detalhou o ataque ao delegado responsável pelo caso

Vítima reconheceu os envolvidos e detalhou o ataque ao delegado responsável pelo caso

A polícia de São Paulo deve pedir nesta quinta-feira 25 a prisão do estudante Jonathan Lauton Domingues, acusado de agredir três pessoas na Avenida Paulista no último domingo 14.  O único maior de idade, entre os cincos envolvidos no caso, deverá ser indiciado por lesão corporal gravíssima, que na conclusão do inquérito pode ser modificada para tentativa de homicídio e formação de quadrilha.

A Justiça determinou a internação dos quatro outros menores na Fundação Casa, porém, até agora, eles não foram encontrados. Os oficiais de Justiça têm cinco dias para fazerem à entrega dos mandados. Caso não consigam entregá-los, os adolescentes serão considerados foragidos. Dentre os defensores dos menores, dois entraram com recurso que pede a revogação da internação. A Justiça tem prazo de cinco dias para analisar o pedido.

Nesta quarta-feira 24, um dos rapazes agredido prestou depoimento por cerca de três horas, no 5º Distrito Policial, na Aclimação. Ele reviu as imagens das câmeras de segurança que flagraram o momento da agressão no último dia 14. O delegado responsável pelo caso, José Matallo Neto, confirmou que um dos menores envolvidos foi quem o atacou com uma lâmpada fluorescente no rosto. Em seguida o rapaz afirma ter sido imobilizado pelos menores, que disseram ao maior: "Pode bater que agora ele está seguro"

registrado em: