Você está aqui: Página Inicial / Revista / Tucanos no alvo / Papinhos improváveis
Número 916,

Cultura

Papinho Gourmet

Papinhos improváveis

por Marcio Alemão publicado 05/09/2016 03h55
– Alguém poderia me responder?
Ilustração: Estella Maris

– O abacaxi como é que tá?

– Hoje, tivemos uma excelente notícia. O doutor passou logo cedo e disse que as chances dele são ótimas.

 

– Dá pra fazer um X-bacon sem bacon?

– O senhor quer um X simples?

– Se eu quisesse um X simples eu teria dito. Eu quero um X-bacon sem o bacon. Pode ser ou não?

  

– Como é o ravióli à moda da casa?

– Não faço ideia.

– Alguém poderia me responder?

– Não faço ideia.

 

– Eu posso pedir o peixe do dia com legumes em vez de batatas?

– Pode.

– Então eu quero isso.

– O quê?

– O peixe do dia com legumes.

– Não fazemos.

– Mas acabei de perguntar se eu podia pedir os legumes em vez das batatas e o senhor disse que sim.

– Pode pedir, mas não significa que podemos fazer.

 

– Sabe o que eu queria? Um bife não muito alto. Você dá uma passadinha ligeira na chapa com um pouco de azeite e tempera, só com alho fatiado e pouco sal. E na mesma chapa, passa por uns 30 segundos umas rodelas finas de cebola salpicada com orégano. Pode ser?

– Claro, mas antes que o senhor fique chateado, saiba que já esqueci quase tudo porque eu não tô aqui pra anotar receita; vou mandar fazer um bife e seja o que Deus quiser.

  

– Esse sanduíche aqui, o número 58, será que no lugar do presunto você pode colocar peito de peru?

– Sério? Eu fiz um cardápio com 120 sanduíches diferentes e a única coisa que te interessou foi trocar o presunto por peito de peru no 58?

 

– Cerveja por 48 reais? O que ela tem de tão especial?

– Uma carga tributária assustadora.

 

– Garçom, por favor: eu não gostei desse macarrão.

– Sabia. Ninguém gosta. Nem sei por que ainda tá no cardápio.

 

– Couvert vocês aceitam?

– Não, obrigado.

– Pensa bem, porque hoje o cozinheiro tá muito pior que o abacaxi.

 

– Que vinho você me sugere? Eu vou comer o frango.

– Esse pinot noir é excelente e vai harmonizar muito bem com seu frango.

– E se eu não gostar?

– Eu vou rir de maneira inapropriada, zombando de seu paladar malformado.