Você está aqui: Página Inicial / Revista / Petrobras na tormenta / Pequenos milagres
Número 832,

Tecnologia

Tecnologia

Pequenos milagres

por Felipe Marra Mendonça publicado 11/01/2015 08h20
O ano de 2014 deixou uma série de praticidades high tech
mista stagga lee/Flickr
Wi-Fi

Um novo adaptador permite compartilhar conexões Wi-Fi

Uma boa maneira de começar a falar de tecnologia neste ano novo, talvez seja contar um pouco dos produtos que comprei no ano passado. O que se mostrou mais útil até o momento é uma fonte com conceito simples, mas que ajuda bastante na hora de manter todo tipo de aparelho carregado. Ela parece um tijolinho branco e disponibiliza cinco saídas USB com voltagem suficiente para carregar o mesmo número de aparelhos simultaneamente, o que se tornou algo quase milagroso em quartos de hotel que só oferecem uma tomada livre para o hóspede. Escolhi um da marca Anker, mas existem vários outros que fazem exatamente a mesma coisa. Esse acessório ainda pede os cabos corretos, que o dono ainda precisa levar para todo lado, mas pelo menos evita precisar levar um plugue para cada aparelho.

Outra aquisição importante foi uma espécie de grampeador que corta chips GSM no tamanho desejado, do tamanho normal para micro ou para nano, dependendo do aparelho em que o chip venha a ser colocado. Muitas operadoras, tanto no Brasil quanto no exterior, tentam dificultar a vida de quem quer um chip simples, pré-pago, para usar por alguns dias de visita e só o oferecem no tamanho original, maior, que não cabe em boa parte dos smartphones mais modernos. Esse grampeador evitou uma série de tentativas aventurosas com tesouras ou estiletes que antes de ser comprados já haviam resultado em chips inutilizados e sangramentos pontuais.

Outra graça tecnológica alcançada em 2014 foi a de conseguir compartilhar o acesso à internet dos hotéis que insistem em cobrar por aparelho conectado. A maioria dos laptops pode compartilhar uma conexão feita com cabo Ethernet por meio de sua antena para conexões Wi-Fi, mas muitos locais só oferecem acesso à internet sem fio, ou seja, fica impossível compartilhar a conexão mediante a mesma antena com que se recebe o sinal. Um adaptador da Panda Wireless usa uma porta USB e age como uma segunda antena, permitindo retransmitir o sinal e assim burlar as restrições impostas por hotéis e outros locais. É do tamanho de uma moeda, mas economizou muito mais do que isso em várias estadias ao longo do ano. Agora é só esperar e ver que novas praticidades high tech 2015 trará.

registrado em: ,