Você está aqui: Página Inicial / Revista / Petrobras - O escândalo e a eleição / Lewandowski no comando do STF
Número 817,

Política

STF

Lewandowski no comando do STF

por Redação — publicado 14/09/2014 04h54
Na posse do novo presidente, Marco Aurélio Mello faz um desagravo
Nelson Jr. / SCO / STF / Arte: CartaCapital

O ministro Marco Aurélio Mello aproveitou a posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, para criticar o período no qual a Corte esteve sob o comando de Joaquim Barbosa. Sem menções diretas ao colega recém-aposentado, Mello afirmou que a maneira como o chefe do STF se relaciona com os pares influencia a qualidade das decisões.

“Compete ao presidente, com força de caráter, velar pela harmonia no colegiado considerados diferentes experiências, estilos e pensamentos. Como sempre digo, ser um algodão entre os cristais, o exemplo maior de tolerância com as ópticas dissonantes, não permitindo que desacordos em votos afetem a interação”, discursou. “Todo magistrado precisa saber ouvir e saber dialogar. Ter independência não implica arrogância.”

Pouco antes da cerimônia, Mello manifestou o desejo de um maior diálogo no STF. “Diálogo que não tivemos na gestão imediatamente anterior ante os inúmeros atritos surgidos com segmentos da Magistratura, Ministério Público, Defensoria e os demais poderes.” Convidado, Barbosa não compareceu à posse de Lewandowski, com quem travou vários embates durante o julgamento do “mensalão”.