Você está aqui: Página Inicial / Revista / Pela hora da morte / Moral em declínio
Número 751, Junho 2013

Cultura

Cinema

Moral em declínio

por Orlando Margarido — publicado 31/05/2013 09h58
Catherine Corsini e Lucas Belvaux discutem contextos morais em seus filmes
Divulgação
Moral

Moral em declínio: Clotilde Hesme, Raphael Personnaz e Arta Dobroshi

3 Mundos
Catherine Corsini

Com Três Mundos, que estreia sexta 31, a diretora Catherine Corsini quer dar conta não apenas dos três núcleos que se entrelaçam na trama, mas dos diferentes contextos morais estabelecidos a partir do fato dramático. Este é o atropelamento na madrugada parisiense de um homem. O responsável, incitado por amigos, foge sem prestar socorro. Sabemos que a atitude de Al (Raphaël Personnaz) foi testemunhada por Juliette (Clotilde Hesme), que se interessará pelo caso a ponto de procurar a viúva (Arta Dobroshi) e descobrir que se tratam de imigrantes ilegais da Moldávia.

Nesse universo de uma morte e seu mistério, o filme recente de Lucas Belvaux, 38 Testemunhas, faz um impactante retrato da pressão social representada pela polícia. Mas, a questão deixa de ser um caso apenas de investigação policial para se tornar também ético, quando a testemunha encontra o responsável e procura ela mesma pressioná-lo. Al, de origem pobre, está prestes a se casar com a filha do comerciante de carros que o elegeu para seu sucessor. É um negócio de expedientes fraudulentos. O rapaz nega-se a se entregar e os desdobramentos, ainda que por vezes frágeis, dão conta da constatação do declínio dos valores atuais. Assim como igualmente o elenco, em especial Personnaz, que no seu tipo aprumado lembra um jovem Alain Delon, de porte entre o sedutor e o cínico