Você está aqui: Página Inicial / Revista / Legalizem as drogas! / Amantes sinceras
Número 748, Maio 2013

Cultura

Bravo! Cinema

Amantes sinceras

por Orlando Margarido — publicado 10/05/2013 17h21
Amor Profundo traz sinceridade em seus personagens, com uma desafortunada heroína tenta se mover entre as regras sufocantes da sociedade inglesa
Amantes sinceras

Heroína desafortunada. Hiddleston e Rachel Weisz

Amor Profundo
Terence Davies

A primeira abordagem estimulada por Amor Profundo é uma aproximação com o clássico Anna Karenina, de recente nova adaptação aos cinemas. Se esta visita à dramaturgia do inglês Terence Rattigan por seu compatriota Terence Davies tem semelhanças com Tolstoi, como se poderá conferir na estreia de sexta 10, também as tem com um universo explorado anteriormente pelo próprio diretor. Como em A Essência da Paixão (2000), uma desafortunada heroína (Rachel Weisz) tenta se mover entre as regras sufocantes da sociedade inglesa. Seu casamento com um juiz recatado (Simon Russell Beale) é recompensado pelo amor de um jovem piloto (Tom Hiddleston). O drama de Davies atribui sustentação e sinceridade aos personagens.