Política

Em São Caetano do Sul (SP)

Vídeo flagra candidato do PT negociando apoio em troca de dinheiro

por Redação Carta Capital — publicado 27/08/2012 16h01, última modificação 27/08/2012 16h17
Edgar Nóbrega aparece em vídeo supostamente negociando o apoio petista à atual gestão do prefeito José Auricchio Júnior (PTB) por 100 mil reais

O candidato petista à prefeitura de São Caetano do Sul (SP), vereador Edgar Nóbrega, aparece em vídeo supostamente negociando o apoio petista à atual gestão do prefeito José Auricchio Júnior (PTB) em troca de dinheiro. Na filmagem, Nóbrega conversa com o secretário de Governo da prefeitura, Tite Campanella (DEM).

"A pergunta básica que a gente deveria fazer é: quanto custa ter o PT?", diz o petista ao secretário durante a gravação.  Nóbrega teria requisitado 100 mil reais para garantir 600 votos de militantes na disputa interna pela presidência do partido na cidade ocorrida em 2009, segundo o jornal Diário do Grande ABC. O diálogo segue com o integrante do atual governo dizendo "o que a gente ganha com isso, qual é a nossa vantagem?". O petista responde que "o grupo que governa a cidade vai ter ou um aliado ou um adversário leal".

A gravação foi divulgada no youtube por Eder Xavier, candidato a vereador pelo PCdoB, na última sexta-feira 17.  Em entrevista ao Diário do Grande ABC, Xavier disse que o vídeo foi filmado por Campanella e teria chegado até ele pelo correio. "A intenção era divulgar esse vídeo mais para frente, mas ele (Edgar) exagerou ao dizer que o Paulo (Pinheiro, prefeiturável do PMDB) não está preparado para governar (a cidade)", diz Xavier.

Paulo Pinheiro lidera numericamente a disputa pela prefeitura na cidade, empatado tecnicamente com a candidata da situação, Regina Maura (PTB).  De acordo com a última pesquisa Ibope, ele tem 29% das intenções de voto e ela tem 26%. O petista está em terceiro lugar com 2%.

Segundo o Diário do Grande ABC, o prefeito afirmou que o secretário será convocado para esclarecer os fatos. A executiva municipal do PT se reunirá para avaliar o caso.

Nóbrega divulgou um vídeo em resposta. Nele, que diz ser “vítima de um jogo sórdido”. Ele questiona porque o vídeo só foi divulgado neste momento. “(O vídeo foi) armado por Tite Campanello e criminosamente gravado há mais de dois anos. Serviu de ameaça contra nós a alguns meses, mas não aceito chantagem”.