Você está aqui: Página Inicial / Política / Turismo suspende convênios

Política

Copa

Turismo suspende convênios

por Agência Brasil publicado 26/09/2011 10h45, última modificação 26/09/2011 16h15
Medida foi tomada em função de um relatório do TCU acerca dos riscos que esses projetos com ONGs podem causar ao Erário

O Ministério do Turismo suspendeu temporariamente a execução de todos os convênios com entidades privadas sem fins lucrativos destinados à qualificação dos profissionais, em especial aqueles firmados no âmbito do programa Bem Receber Copa. O repasse de recursos também foi suspenso.

A portaria assinada pelo ministro Gastão Vieira está publicada na edição desta segunda-feira 26 no Diário Oficial da União. A medida foi tomada em função de um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) acerca dos riscos que esses projetos podem causar ao Erário.

O programa Bem Receber Copa foi lançado em abril de 2010, com a finalidade de capacitar 306 mil profissionais para terem contato direto com turistas durante a Copa do Mundo de 2014.

O Ministério do Turismo foi alvo da Operação Voucher, deflagrada no mês passado, para apurar um suposto esquema de desvio de recursos públicos destinados a cursos de qualificação profissional no Amapá. Alguns convênios do Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur) chegaram a ser suspensos preventivamente.

Originadas a partir de auditorias do Tribunal de Contas da União (TCU), as investigações preliminares constataram irregularidades na execução de um convênio de R$ 4,4 milhões entre o Ministério do Turismo e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi). A PF estima que ao menos dois terços dos recursos foram desviados pelo esquema de corrupção. Ao todo, 36 pessoas foram presas.

*Matéria publicada originalmente na Agência Brasil

registrado em: