Você está aqui: Página Inicial / Política / Torturadores na cadeia

Política

Ditadura

Torturadores na cadeia

por Celso Marcondes — publicado 05/12/2009 18h26, última modificação 23/08/2010 18h37
Reproduzo abaixo os últimos e-mails que troquei com o leitor Antônio F., encerrando a série que começou há quatro dias e está no menu ao lado, dentro de “Diálogos” para quem quiser ler.

Reproduzo abaixo os últimos e-mails que troquei com o leitor Antônio F., encerrando a série que começou há quatro dias e está no menu ao lado, dentro de “Diálogos” para quem quiser ler.

Não dei ao Antônio F. a oportunidade de expor claramente seus pontos de vista porque sou um ardoroso defensor da democracia. Fiz isso também para que os leitores de CartaCapital saibam claramente, sem qualquer subterfúgio ou censura, o que pensam parte daqueles que se opõem à abertura dos arquivos da ditadura e à punição dos torturadores.

Acho esta questão fundamental para o governo Lula. Do alto de sua aprovação recorde – mais de 70% de ótimo e bom segundo o Datafolha – não dá para deixar de lado este acerto de contas com nosso passado. Não é desejo de vingança, mas puro e simples desejo de justiça. Não, não é justo que os torturadores de ontem andem impunes por nossas ruas. Não, não é possível tolerar que a tortura ainda corra solta nas nossas delegacias. Tortura é crime de lesa humanidade, ponto final, não pode haver diálogo sobre isto.

Também não dá para escamotear a questão e vir com este papo de que os “terroristas” também têm que ser punidos. Não, não eram terroristas os que enfrentaram a ditadura militar. Terroristas foram os que derrubaram com as armas um governo eleito pelo povo e implantaram um regime de terror, que jamais consentiria que qualquer órgão de imprensa publicasse um diálogo como o que se travou aqui.

Nosso leitor Antônio F. escreveu aqui para quem quisesse ler “que preferia a ditadura militar que esta esculhambação que está aí”. Pede, veja abaixo, que a mídia denuncie “ambos os lados”. Que mídia, caro Antônio? Em que jornais, revistas, emissoras de rádio e TV você tem visto matérias pedindo a punição dos torturadores? Quisera eu que existisse um movimento real de apoio às posições dos ministros Paulo Vannuchi e Tarso Genro. Adoraria ver este debate nas páginas da Folha ou da Veja, na tela da Globo. Infelizmente a realidade é bem outra, caro leitor. Em nome da “paz” e da conciliação, a maioria pede que a memória e a verdade sejam apagadas. Eu quero poder publicar as fichas dos torturadores da ministra Dilma e de milhares de outros brasileiros.

Na semana que vem responderei ao que disse Antônio F. sobre o deputado Genoíno, preso e torturado no Araguaia.

Enquanto isso não acontece, veja como nossa correspondência se encerrou:

Segunda-feira, 24 de novembro de 2008.

Celso,
Não sou militante em nada. Só que gostaria que a mídia denunciasse ambos os lados e não apenas um lado, aquele lado que não pode se manifestar. Daí a mídia pirata, com interessem escusos se vale pra manipular a cabeça da população e não mostra o outro lado da moeda. Sou um leitor assíduo daCartaCapital, ao menos não são todos os jornalistas, editores e outros mais, que são manipulados. O senhor leu a da semana passada? Sobre o feudo do MENDES lá no MT? O nosso ministro-mor do STF?
Antônio F.

Segunda-feira, 25 de novembro de 2008.

Caro Antônio F.,
Mídia manipulada, controlada e censura existia na época da ditadura. Hoje seus comentários, contrários ao meu, são publicados livremente no nosso site.
Reafirmo minha opinião: os que o senhor chama de "terroristas" já receberam suas punições. Quem não recebeu foram os torturadores.
Continue lendo CartaCapital, ninguém aqui é manipulado. Li a matéria sobre Gilmar Mendes.
Celso Marcondes

Segunda-feira, 24 de novembro de 2008.

Celso,
Você recebe algum tipo de indenização também?
Antônio F.

Segunda-feira, 24 de novembro de 2008.

Caro Antônio,
Não, Antônio. Acho que só merecem indenização os parentes dos mortos - dos dois lados - e os torturados.
Celso Marcondes

Segunda-feira, 24 de novembro de 2008.

Certo Celso, mas porque a mídia não fala dos terroristas? Ou essas pessoas com seus "ideais democráticos" que invadiram quartéis (comando militar do sudeste - morte do sargento Mario Kozel Filho) que furtaram fuzis do quartel de Quitaúna e muitos outros crimes mais: morte de militares a coronhadas etc. Porque não é divulgado pela mídia para que a população saiba que existiram torturadores e terroristas?
Antônio F.

Segunda-feira, 24 de novembro de 2008.

Antônio F.,

Por que os "terroristas" já foram punidos: mais de 300 foram mortos, milhares foram presos, torturados, exilados, perseguidos.
Já os torturadores, nenhum sequer.
Celso Marcondes