Você está aqui: Página Inicial / Política / Terceiro suspeito é preso

Política

Casal de extrativistas

Terceiro suspeito é preso

por Redação Carta Capital — publicado 22/09/2011 15h20, última modificação 22/09/2011 15h20
Pistoleiro acusado de envolvimento na morte de José Ribeiro e Maria do Espírito Santo foi detido em Nova Ipixuna

Em uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar do Pará, o terceiro suspeito de envolvimento na morte do casal de extrativistas José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo foi preso na noite de quarta-feira 21. O pistoleiro Alberto Lopes Teixeira do Nascimento, de 29 anos,  foi detido em Nova Ipixuna - local do crime -, a 390 quilômetros de Belém.

Ele estava foragido desde julho e, segundo a Polícia Civil, já foi condenado por roubo.

Os outros dois acusados do crime, os irmãos José Rodrigues Moreira, de 42 anos, e Lindon Jhonson Silva Rocha, de 29 anos, foram presos no domingo 18. Ambos estavam em um barraco na floresta, a 52 quilômetros da sede de Novo Repartimento, no sudeste do Pará.

Em uma nota conjunta, os familiares das vítimas, a Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Conselho Nacional das Populações Tradicionais e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Regional Sudeste solicitaram que entidades dos Direitos Humanos acompanhem o caso.

O documento ainda pedia a prisão de outros dois acusados de participação no assassinato, que teriam sido identificados nas investigações da Policia Federal, além de agilidade no processo e que os presos aguardem o julgamento detidos.

O casal foi assassinado em maio devido a sua atuação contra o desmatamento ilegal e a ação de madeireiros no Assentamento Praialta Piranheira, em Nova Ipixuna. Eles viviam na região há 24 anos.

registrado em: