Você está aqui: Página Inicial / Política / Terceiro colocado no 1º turno, Heitor Férrer permanecerá neutro em Fortaleza

Política

Eleições 2012 - Fortaleza

Terceiro colocado no 1º turno, Heitor Férrer permanecerá neutro em Fortaleza

por Redação Carta Capital — publicado 16/10/2012 14h04, última modificação 16/10/2012 14h20
Os 20.9% de votos do pedetista são considerados o fiel da balança da embolada disputa no 2º turno da capital do Ceará
heitor ferrer

Nenhuma pesquisa previu o crescimento de Heitor Ferrer (PDT), que por muito pouco não foi ao segundo turno na capital cearense. Foto: Divulgação

Terceiro colocado no polêmico 1º turno de Fortaleza, Heitor Férrer (PDT) optou por não declarar apoio a nenhum candidato no 2º turno da eleição municipal. Segundo O Povo Online, Férrer, que teve 20,9% dos votos, menos de 3% a menos que Roberto Claudio (PSB), declarou não apoiar o pessebista porque sempre fez "severas críticas ao governo Cid Gomes" (que apoia Roberto), nem Elmano de Freitas (PT), para não "defender o continuísmo".

"O meu eleitor não é de curral eleitoral. Ele é livre, independente e extremamente politizado", disse. No entanto, o PDT, partido de Férrer, e o PPS, que era de sua coligação, manifestaram apoio à candidatura de Claudio.

A busca pelos votos de Férrer parece ser considerado do fiél da balança entre Elmano e Claudio. O programa do petista desta segunda-feira 15 apresentou entrevista antiga do pedetista explicando por que não o eleitor não deve votar em Roberto Claudio. Ele anunciou que vai processar a candidatura de Elmano de Freitas. Férrer também declarou ter autorizado a candidatura de Roberto Claudio a usar o outro trecho da mesma entrevista, em que explica porque não recomenda voto em Elmano.

Busca por alianças

Na busca por coligações, Roberto Claudio saiu na frente do rival neste 2º turno. Ele terá em seu palanque o senador Inácio Arruda (PCdoB), sétimo colocado no 1º turno (1,82% dos votos). Em Brasília, a cúpula do PSB mantém conversas com o estafe de Moroni Torgan (DEM), quarto colocado no 1º turno com 13,75% dos votos, para que este também manifeste apoio à candidatura do pessebista. O PSDB de Marcos Cals, 6º colocado com 2,43% dos votos, também foi procurado.

Elmano de Freitas inicia a segunda fase com chances de enfrentar todos os principais partidos que derrotou no 1º turno coligados. Seu grande trunfo é a confirmação da presença de Luiz Inácio Lula da Silva em seu palanque. Elmano representa a continuação da gestão de Luizianne Lins (PT), que tem forte penetração na periferia da cidade, apesar da má avaliação de sua gestão.

O petista liderou o 1º turno com 25,4% dos votos. Roberto Claudio teve 23,3%. Heitor Férrer, que não passava do quarto lugar nas pesquisas, ficou em terceiro com 20,9%.

registrado em: ,