Você está aqui: Página Inicial / Política / A pedido de Ayres Britto, Procuradoria investiga denúncia de Roriz

Política

Distrito Federal

A pedido de Ayres Britto, Procuradoria investiga denúncia de Roriz

por Redação Carta Capital — publicado 02/10/2010 10h10, última modificação 02/10/2010 13h05
Supremo pede que a Procuradoria-Geral da República apure informações de que o genro do ministro negociou defesa de Joaquim Roriz

Supremo pede que a Procuradoria-Geral da República apure informações de que o genro do ministro negociou defesa de Joaquim Roriz

A temporada de denúncias que dá o tom da campanha eleitoral há semanas continua movimentando os mais variados gabinetes em Brasília. Desta vez, é o Supremo Tribunal Federal (STF) quem pede investigação sobre denúncias publicadas na imprensa contra o genro do ministro Ayres Britto, que faz parte da própria Corte.

Ofício enviado pelo STF à Procuradoria-Geral da República pede que sejam averiguadas as informações de que o genro de Britto, Adriano Borges, negociou serviços de advocacia com o ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz. Borges participaria da ação que Roriz movia no STF contra a impugnação de sua candidatura pela Lei da Ficha Limpa. O envolvimento do genro impediria que Ayres Britto participasse do julgamento.

A suposta negociação com Roriz, tudo indica, não foi para frente, Borges ficou fora do processo e Ayres Britto votou contra o recurso de Roriz. O julgamento terminou empatado. O próprio Roriz decidiu, então, abrir mão da candidatura, colocando em seu lugar a mulher, Weslian Roriz, para concorrer.

Leia a nota divulgada pelo STF:
"Atendendo a requerimento do Exmo. Sr. Min. CARLOS AUGUSTO AYRES DE FREITAS BRITTO, o Exmo. Sr. Min. Presidente do Supremo Tribunal Federal, CEZAR PELUSO, encaminhou ofício ao Exmo. Sr. Procurador-Geral da República, ROBERTO MONTEIRO GURGEL SANTOS, solicitando imediatas providências para rigorosa apuração dos fatos que, noticiados pelos órgãos de imprensa, nesta data (1/10), dizem respeito ao Sr. Adriano Borges Silva e processos desta Corte"

registrado em: ,